"SEMPRE IMAGINEI QUE O PARAÍSO FOSSE UMA ESPÉCIE DE LIVRARIA".
(Jorge Luís Borges)

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

ECHO PARK - MICHAEL CONNELLY

O detetive Harry Bosch é uma daquelas pessoas sempre obcecadas com o trabalho. Em Echo Park, Bosch está prestes a desvendar o mistério que o atormenta há mais de dez anos: o desaparecimento da jovem Marie Gesto, vista pela última vez em um supermercado antes de seu carro ser abandonado em uma garagem desocupada, sem nenhum vestígio dela, além das compras e das roupas que usava no dia em que sumiu.

Depois de mais de uma década, Bosch, que jamais abandonou o caso, tem a chance de saber a verdade sobre Marie Gesto, quando o esquartejador de duas mulheres é preso e aceita confessar o assassinato de outras nove vítimas, se o estado trocar a pena de morte pela prisão perpétua.

Será que esta é realmente a chance de Bosch descobrir o que aconteceu com Marie Gesto? Será que o assassino confesso realmente a matou, ou outras evidências, que surgem no decorrer da trama, podem levá-lo a outro criminoso?

Echo Park foi o primeiro livro de Michael Connelly que li. Com um enredo bastante seguro e uma narrativa rápida e direta, a trama vai se desenvolvendo aos olhos do leitor, que a cada página fica tão obcecado quanto Harry, com o desejo de desvendar a verdade.

Echo Park
Michael Connelly
Objetiva - 2008
368 pags.
Sinopse:
Echo Park é o décimo segundo romance em que Michael Connelly apresenta Harry Bosch, um detetive experiente, obcecado pelos crimes que investiga. Desta vez, Harry é assombrado por um fantasma. Um fantasma que o perturba há treze anos.

Em 1993, ele investiga o desaparecimento da jovem Marie Gesto, que, após ser vista indo ao supermercado, nunca mais foi encontrada. Como vestígio, apenas seu carro com algumas de suas roupas e compras dentro. Por mais que tenha lutado para descobrir seu paradeiro, Harry não conseguiu concluir a investigação, que passou a figurar na lista da delegacia de Casos Abertos / Não Resolvidos. Agora o detetive veterano vislumbra a chance de poder, finalmente, desvendar o mistério que o martirizou por tanto tempo.

Raynard Waits é um homem acusado de matar e esquartejar duas pessoas, mas existem suspeitas de que ele também tenha cometido outros nove assassinatos. Entre eles, o de Marie Gesto. Mas ele pretende propor um acordo à Justiça para escapar da pena de morte. Em troca da atenuação de sua pena, o réu mostraria onde estão os corpos das nove pessoas desaparecidas e assassinadas por ele.

A partir daí, Harry Bosch terá que enfrentar inúmeros desafios, um após o outro. Precisará estar próximo do homem que talvez seja o culpado por tantos anos de agonia e dúvidas, provavelmente o inimigo mais sádico e perigoso que tenha encontrado em toda sua vida. E ainda terá que conviver com a culpa por ter ignorado uma pista que poderia ter concluído o caso ainda em 1993, evitando a série de assassinatos que se seguiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...