"SEMPRE IMAGINEI QUE O PARAÍSO FOSSE UMA ESPÉCIE DE LIVRARIA".
(Jorge Luís Borges)

sexta-feira, 4 de maio de 2012

A resposta - The help - Kathry Stockett

Mais uma história que tenho o prazer de compartilhar com os leitores do blog e os demais participantes do Desafio Literário 2012, cujo tema do mês de maio é "Fatos Históricos".

Assim como enredos sobre o nazismo, os dramas sobre racismo, tortura ou qualquer outro assunto que sabemos ter causado muita dor e revolta na nossa história mais recente, me apavoram. Não gosto da sensação de desconforto que me causam, da tristeza e da comiseração que me incitam. Então, prefiro passar ao longe desse tipo de livro. Não teria lido "A resposta", de Kathryn Stockett, não fosse a insistência de uma amiga, Gisele De Marie, quanto a não deixar de ver o filme, "Histórias Cruzadas", baseado no livro. Vi o trailler, gostei e, por sorte, uma outra amiga, Sandra Helena, me emprestou o livro.

Me preparei psicologicamente para o drama que se seguiria ao longo das mais de 500 páginas, mas me surpreendi devorando cada uma delas, sorvendo embevecida a narrativa bem humorada, apesar de verdadeira, da vida de três mulheres, diferentes umas das outras, mas que se entrelaçam em busca de um único sonho: a liberdade de serem elas mesmas e serem tratadas com o respeito e dignidade que todo ser humano merece.

A resposta
Kathryn Stockett
Bertrand Brasil - 2010
574 pgs.
No Mississipi dos anos 60 o conflito racial entre brancos e negros era algo tão opressivo quanto a perseguição dos arianos aos judeus. A segregação racial matava e desprezava  a existência dos negros. 

Em meio a tudo isso, Martin Luther King era o Dom Quixote que lutava contra seus moinhos de vento, tentando incutir, não só aos brancos, mas principalmente, aos negros, a consciência de que todos somos iguais e temos importância no mundo em que vivemos.

Encorajadas pelas ações de Mr. King, Aibillen, Minny e outras corajosas mulheres negras, deixaram de lado o medo, a revolta e a aceitação de sua condição de submissão, e resolveram contar ao mundo suas histórias de vida, seus relacionamentos interpessoais com patrões e outras pessoas de pele branca, com a ajuda de uma jornalista branca, que as instigou e lhe mostrou como poderiam dar um tapa com luva de pelica naqueles que lhe relegavam e lhes negavam o respeito e a dignidade humana.

Por outro lado, para Skeeter Phelan, a mocinha branca de família tradicional, que sonha em ser escritora, a vida dessas mulheres lhe proporcionou a oportunidade do auto-conhecimento e do fim dos laços que a prendiam a antigos pensamentos que lhe foram incutidos pela sociedade da época, que não admitia mulheres que demonstrassem independência, inteligência e que podiam viver sem estar à sombra dos homens.

Terno, inteligente, instigante, "A resposta" é um dos melhores livros já publicados. A autora, soube, como ninguém, dar um tom cor de rosa a uma história que tinha tudo para ser assustadora. Nota 1000!

Sinopse:
Uma história de esperança. Um marco na Literatura
Esta obra esteve por mais de 80 semanas na lista do New York Times. Mais de 70 semanas na lista da Publishers Weekly. Mais de cinco milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Considerado por Oprah Winfrey um dos melhores livros de 2009. Livro favorito dos atores de Hollywood em 2009 e 2010. Estreia marcada no cinema no primeiro semestre do próximo ano. Esse é A Resposta, sucesso de Kathryn Stockett que a Bertrand Brasil lança agora para o Natal. 

Eugenia Skeeter Phelan terminou a faculdade e está ansiosa para tornar-se escritora. Após um emprego como colunista do jornal local, ela tem uma ideia brilhante, mas perigosa: escrever um livro em que empregadas domésticas negras relatam o seu relacionamento com patroas brancas do Mississipi na década de 60. Mesmo com receio de prováveis retaliações, ela consegue a ajuda de Aibeleen, a empregada doméstica que criou 17 crianças brancas, e Minny, que, por não levar desaforo para casa, já esteve por diversas vezes desempregada após bater boca com suas patroas.
Aproveitando o surgimento das primeiras manifestações em defesa dos direitos civis, Skeeter espera que seu livro choque as pessoas brancas preconceituosas e traga orgulho e esperança à comunidade negra de Jackson, condado onde se passa a história. Ao mesmo tempo, com a possível publicação do livro, ela espera quebrar as suas próprias barreiras e realizar o sonho de sua vida. Uma história emocionante e estarrecedora onde a cor da pele das pessoas determina toda a sua vida. 

Sobre a Autora: Kathryn Stockett nasceu e cresceu em Jackson, Mississippi. Depois de se formar em Língua Inglesa e Redação Criativa pela Universidade do Alabama, mudou-se para Nova York, onde trabalhou em revistas, no mercado editorial e em marketing durante nove anos. Vive em Atlanta com o marido e a filha. Esse é seu romance de estreia.(Submarino)


Direção:            Tate Taylor
Elenco:               Emma Stone, Bryce Dallas Howard, Viola Davis
Nome original:  The Help
Duração:           146 minutos
Lançamento:     2011
País:                   EUA
Gênero:              Drama
Classificação:   12 anos

Trailler:








Um comentário:

  1. Ah, antes mesmo que o livro fosse publicado aqui, eu já o namorava pela temática, pela capa (a dos passarinhos. Título Original: The Help). Obrigada pelo incentivo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...